Preso após tentar assaltar pedestres no bairro do Imbuí em Salvador, o policial militar Jesimiel da Silva Resende teve a prisão preventiva decretada na manhã desta terça-feira (10). De acordo com o Correio, a prisão em flagrante foi convertida em preventiva em audiência de custódia, pela juíza Maria do Socorro Santa Rosa de Carvalho Habib. Jesimiel é um dos PMs réus pelo sequestro, morte e esquartejamento de Geovane Mascarenhas Santana (relembre). Segundo a PM, na última sexta uma guarnição foi acionada via Cicom para verificar uma ocorrência de um homem baleado na Rua João José Rescala, no Imbuí. Quando a guarnição chegou, um policial militar em um “veículo oficial” relatou que havia flagrado o cabo assaltando três pessoas e o prendeu.

Jesimiel teria reagido à prisão e acabou sendo baleado na perna esquerda e passou por cirurgia no Hospital Geral do Estado (HGE), onde ficou custodiado.

Prisão de Jesimiel

Segundo a Polícia Militar, uma guarnição da 39ª Companhia Independente de Polícia Militar foi chamada pelo 190 para verificar a ocorrência de um homem baleado. Ao chegar ao local, um policial que estava em um carro oficial relatou que havia presenciado um dos roubos e o prendeu. No entanto, Jesimiel teria reagido à abordagem e foi baleado por ele. (BN)