De forma um pouco tímida, jovens bonfinenses foram se aglomerando aos poucos defronte a Prefeitura Municipal de Senhor do Bonfim, não demorou muito pata perceber que o número de pessoas começava a crescer, e logo se via jovens de vários bairros da cidade e da zona rural, até idosos se envolveram e entraram na caminhada.

O movimento saiu da Praça Juracy Magalhães e passando pelo Centro foi até o Contorno da BR 407, onde foi feito um circulo gigante, que culminou com orações e aconselhamentos. Durante o trajeto uma das líderes, a jovem Edvânia puxou a caminhada cobrando das autoridades que tomem consciência das necessidades pouco observadas na cidade, mas que tem afetado diretamente toda uma sociedade, quanto às questões de:

• Falta de Fiscalização da Lei Seca
• Necessidade da instalação do IML, ligado ao DPT
• Paz no Trânsito

Poucas famílias que tiveram parentes mortos em situações trágicas se fizeram presentes, nosso Repórter Netto Maravilha conversou com o senhor Geraldo, pai do jovem Geraldo Jr, morto em um acidente na BA 220 entre Igara e Bonfim, que comentou positivamente da iniciativa dos jovens e criticou também a falta de fiscalização da Lei Seca.

Estiveram presentes no movimento:

• Jovens (maioria e poucos adultos)
• PRF
• Dmtran
• PM – Rocam
• Moto Clube Dragões do Asphalt
• Imprensa

Na avaliação dos organizadores, por se tratar da primeira mobilização foi muito bem participativa, segundo Edvânia, “quantidade não é qualidade”, e agradeceu aos jovens de coragem que “acordou” em Bonfim.
Futuras caminhadas acontecerão ao longo do ano com outras pautas de reivindicações.

Blog do Netto Maravilha