O projeto Literatura brasileira na roça: o festival poético do campo consiste em realizar 01 Festival Poético itinerante com 08 ações, uma em cada povoado do Distrito de Igara (município de Senhor do Bonfim, localizado no Território de Identidade Piemonte Norte do Itapicuru): Rancharia, Caçador, Gameleira, Queimadinha, Caldeirão, Tapuia, Pereiros e Pinica-pau.

Pela manhã acontecem atividades de produção. Durante a tarde acontece oficinas de Literatura de Cordel e Xilogravura (Ministradas por: Gilmara Claudia, Zumar Sérgio e Danilo Oliveira) e à noite acontecem leitura e exposição dos cordéis produzidos pelo público alvo do projeto, bem como recital de poesias da autoria de poetas brasileiros realizado pelos jovens da ONG.
Cada oficina atende um público estimado de 10 pessoas, resultando em um atendimento direto de 30 pessoas por comunidade (10 crianças, 10 adolescentes e 10 adultos), perfazendo um total de 240 pessoas nas 08 comunidades.

As ações da noite (exposição e recital) recebem aproximadamente 125 pessoas por comunidade, perfazendo um total de 1.000 nos 08 povoados atendidos. Nos povoados de Rancharia, Caldeirão, Pereiros, Queimadinha, Tapuia e Caçador as ações acontecem em escolas da comunidade, mas, nos povoados de Gameleira e Pinica-pau, pela ausência de escolas ou outros espaços físicos mais apropriados, as ações acontecem nas casas dos moradores ou embaixo das árvores das roças. Em cada comunidade é selecionado 3 cordéis (01 elaborado por criança, 01 elaborado por adolescente e 01 elaborado por adulto), perfazendo 24 cordéis nos 08 povoados. Estes serão reproduzidos em formato de folheto de cordel e distribuídos nas bibliotecas das 10 escolas públicas municipais e estaduais do Distrito de Igara. Os demais serão divulgados paulatinamente durante o período de realização do Festival em blog criado especificamente para este fim.

Povoados já contemplados: Pinica-pau, Pereiros e Caldeirão de Dentro e Gameleira.

Neste sábado (29 de Abril) o povoado de Queimadinha será contemplado com o festival. A programação inicia às 13h30, estendendo-se até às 21h.

Abertura– 13h30min
Oficina de Cordel e Xilogravura– 14h00min às 17h00min
Mostra dos resultados da oficina– 17h00min às 18h00min
Intervalo para lanche– 18h00min às 19h00min
Recital Poético– 19h00min às 20h00min
Apresentação Musical– 20h00min às 21h00min
Fala de Encerramento– 21h00min

Divulgação