O ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Moreira Franco, acusou os cartéis do setor de combustíveis por impedir a redução no preço da gasolina no país. Em uma mensagem publicada no Twitter nesta quarta-feira (7), ele afirmou que o governo federal acionou o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para investigar os reajustes nos preços. “Queremos que a queda de preços da Petrobras cheguem aos consumidores.

Não podemos assistir de mãos atadas a atuação cartelizada das corporações do setor em prejuízo da população”, escreveu Franco na rede social. Segundo informações da Folha de S. Paulo, o presidente Michel Temer já havia dito nesta terça (6) que o governo estuda uma forma de obrigar o repasse de reduções no preço às bombas. Ele acredita que o valor dos combustíveis contribui para sua baixa popularidade.

Ver imagem no Twitter

MOREIRA FRANCO
@MOREIRAFRANCO
QUEREMOS QUE A QUEDA DE PREÇOS DA PETROBRAS CHEGUEM AOS CONSUMIDORES. NÃO PODEMOS ASSISTIR DE MÃOS ATADAS A ATUAÇÃO CARTELIZADA DAS CORPORAÇÕES DO SETOR EM PREJUÍZO DA POPULAÇÃO. LEIA MAIS NO BLOG DA @ECANTANHEDE: HTTPS://GOO.GL/9GPFYW

Folha de São Paulo