Por Genaldo de Melo

A Rede Globo sempre esteve envolvida nas tentativas de apresentar para a sociedade brasileira candidatos à presidente que representassem a possibilidade de a pequena minoria conservadora e dona dos meios de produção do país tomassem conta do Estado e ficassem no controle dos recursos dos cofres públicos. Mas nunca essa rede de comunicação com concessão pública escancarou tanto na suas escolhas com fez nesse final de semana com a participação de seu funcionário Luciano Huck no programa televisivo de maior audiência do país em um domingo à tarde.

Luciano Huck, que numa contradição além dos limites para um sujeito que aconselha publicamente a seriedade, a honestidade e o combate à corrupção dos homens públicos, demonstrou que além de falta de seriedade dele próprio já que havia desistido publicamente de candidatura, também demonstrou que a Rede Globo resolveu entrar de vez na disputa para ter um nome na Presidência da República para chamar de seu.

E mais grave ainda, parece que se acontecer uma tragédia de um sujeito tirado à artista como Huck ganhar as eleições corre-se o grande risco de pela primeira vez na história do país um homem ganhar as eleições mas não governar, porque pelo teatro que foi feito no Programa “Domingão do Faustão”, quem parece ter mais competência para governar não será Huck, mas a sua companheira de sempre, a apresentadora Angélica. Pois pelo teatro apresentado ela sabe de tudo o que o próprio Luciano não sabe…

Como pelo visto a Rede Globo já chegou à conclusão de que com Lula ou sem Lula como candidato, a esquerda voltará ao poder, porque seus candidatos tucanos e outros bichos mais que a direita brasileira tentou inventar até agora não decolam nas pesquisas, ela vai insistir mesmo é em seu “bonito narigudo”, pois ele sabe muito bem como inventar os circos nas tardes de sábados para enganar parcela do povo brasileiro, com suas grandes façanhas de transformar latas velhas em carros novos.

Porém, o que a Rede Globo parece não aprender é que desde a primeira eleição de Lula para presidente, que o povo brasileiro está vacinado contra suas invenções televisivas e seus ataques infundados para não aceitar governos que sejam de todos e não apenas de uma pequena minoria de ricos que acham que o resto do povo deve ser escravo. Isso não vai dá certo, e já começou errado, pois antes de entrar de novo na disputa Luciano Huck deveria fazer outra carta e publicar na sua Folha de São Paulo pedindo desculpas pelo arrependimento de ter feito a primeira desistindo de tudo.

É bom saber que depois do desastre de João Dória em São Paulo, apresentadores de televisão não têm tanta credibilidade como indivíduos que são não políticos, mas gestores. Luciano Huck é uma grande piada que não tem nenhum indício de que dará certo na política. Só falta agora surgir de novo Roberto Freire, para de novo oferecer seu “grande” partido como casa do candidato narigudo da Globo, com apoio é claro de nada mais nada menos do que Fernando Henrique Cardoso!

Fonte: genaldo40.blogspot.com